Canais de Atendimento

CONCRETO


Concreto convencional

É aquele sem qualquer característica especial e que é utilizado no dia a dia da construção civil. Seu slump varia de 60 mm a 100 mm, podendo ser aplicado na execução de quase todos os tipos de estruturas desde que respeitados os devidos cuidados quanto ao seu adensamento. Na obra, o caminhão pode descarregar diretamente nas fôrmas, ou pode ser transportado por meio de carrinhos de mão, gericas, gruas ou elevadores. Suas características não permitem o bombeamento.

Pedido por:

Fck e slump.


Concreto bombeável

São elaborados com determinadas características de fluidez que permitem o bombeamento por pressão através de tubulações e/ou mangotes flexíveis que variam de 3 a 5½ polegadas de diâmetro. As características para garantir a bombeabilidade do concreto são influenciadas diretamente pela mistura, logo a dosagem destes concretos exige alguns cuidados:

  • Teor de argamassa que garanta a homogeneidade da mistura durante o processo de bombeamento;
  • Slump compatível com a altura e/ou comprimento da tubulação;
  • Diâmetro máximo de 19 mm (brita 1) para o agregado graúdo, sendo ideal sempre uma composição granulométrica com pedrisco (brita 0).

Pedido por:

Fck e slump.


Concreto para pisos industriais

O piso de uma indústria é uma estrutura com uma demanda especial quanto ao concreto utilizado em sua execução. Por ser geralmente um local de trânsito intenso e sujeito a ataques de agentes agressivos exige um trabalho de qualidade em todas as etapas da obra (dosagem, aplicação, cura, juntas de dilatação,etc). Além da resistência à compressão o concreto deve atender também os requisitos de resistência à tração na flexão especificada para a estrutura. Para assegurar o bom desempenho, o concreto para pisos industriais deve atender a determinadas recomendações a fim de proporcionar uma menor exsudação, maior facilidade de acabamento e maior durabilidade:

  • Consumo mínimo de cimento de 350 kg;
  • Cimento do tipo CP V ou CP II;
  • Teor de argamassa entre 48% e 52%;
  • Consumo de aditivo compatível com aproximadamente 4 horas entre o lançamento e a entrada das máquinas de acabamento superficial.

Podem receber a adição de fibras sintéticas ou de aço na composição da mistura mediante especificação de projeto. Ressaltamos que as características de slump devem ser consideradas após a adição das fibras.

Pedido por:

Fck / fctmk e slump.


Concreto para pavimentos rígidos

Devem obedecer aos mesmos requisitos do concreto para pisos industriais. Estes concretos são sempre solicitados por resistência à tração na flexão e possuem slump na faixa de 50+-10 mm. Geralmente são estruturas que possuem acabamento vassourado e são expostos ao sol e ao vento, necessitando de um procedimento de cura imediatamente após sua texturização.

Pedido por:

Fctmk e slump.


Concreto auto adensável

Indicados para concretagens de peças esbeltas, densamente armadas, estruturas pré-moldadas, fôrmas em alto relevo, fachadas em concreto aparente, painéis arquitetônicos, lajes, vigas, etc. Sua característica é de fluir com facilidade dentro das fôrmas, passando pelas armaduras e preenchendo os espaços sob o efeito de seu próprio peso, sem necessidade de adensamento. Para se obter um concreto auto adensável são necessários alguns cuidados em sua dosagem quanto ao teor de finos e aditivos. O proporcionamento dos materiais deve ser de tal forma que não ocorra segregação dos materiais durante o lançamento do mesmo na estrutura. Em virtude disso, os concretos auto adensáveis resultam na maioria das vezes em fck´s ≥ 25 MPa.

Pedido por:

Fck e espalhamento.


Concreto Leve

Possuem peso específico reduzido e boa capacidade de isolamento térmico e acústico. Sua densidade varia de 1.000 a 2.000 kg/m³ contra os 2.300 a 2.500 kg/m³ dos concretos normais.

Os concretos leves mais utilizados são os celulares (com ar incorporado) e com agregados leves (e.v.a., isopor, argila expandida). São utilizados para enchimentos de lajes, paredes de concreto em casas moldadas “in loco”, etc . Geralmente não são recomendados para fins estruturais.


Concreto Submerso

Denominação dada ao concreto que é aplicado na presença de água e/ou lama betonítica. O abatimento desse concreto específico é de 200+-30 mm tendo sua aplicação voltada para tubulões, paredes diafragma e principalmente para estacas do tipo hélice contínua. Para se conseguir as características necessárias ao lançamento do concreto sem segregação utiliza-se aditivos superplastificantes ou em caso de estacas hélice contínua, consumo mínimo de cimento de 400 kg/m³ como forma de garantir fck mínimo de 20 MPa apenas com o uso de água e aditivo plastificante de pega normal.

Pedido por:

Concreto para estaca hélice contínua.


Concreto Projetado

Concreto com lançamento por equipamentos específico de projeção. Podem ser por via seca (apenas com a umidade dos agregados) ou via úmida, em ambos os casos recebe o aditivo acelerador de pega na saída do equipamento de projeção. Quando do tipo via seca, recebe também a água juntamente com o aditivo acelerador. São utilizados em revestimento de túneis, contenção de encostas, etc.

Pedido por:

Concreto projetado via seca ou via úmida e consumo de cimento.


OUTROS TIPOS

Para outros tipos de concreto, consultar nosso Laboratório Tecnológico: controletecnologico@supertex.com.br